O Que é Melhor: Liquidificador ou Mixer?
 

liquidificador e mixer em bancada

Os liquidificadores são utensílios bastante conhecidos do dia-a-dia. Utilizados no preparo de sucos, sopas e vitaminas, eles ajudam a poupar tempo para triturar alimentos, mas costumam ter a desvantagem de serem difíceis de limpar. Mas afinal, será mesmo que o liquidificador é melhor do que um mixer?

Por sua vez, os mixers podem ser utilizados no preparo de receitas mais cremosas e leves, como suflês e milkshakes. Como costumam ser menores, também são mais fáceis de limpar. 

Em geral, os mixers costumam ser mais silenciosos e versáteis que um liquidificador, já que com eles, é também possível bater claras em neve e preparar bebidas como cappuccinos. Dê uma olhadinha aqui para mais tipos de receita com mixer.

A desvantagem do mixer em relação ao liquidificador está na sua capacidade: por ser menor, ele torna mais difícil realizar sucos ou receitas em grandes quantidades. 

Se você procura um aparelho prático e versátil para a sua cozinha, vale a pena apostar em um mixer. 

No entanto, se você precisa de um aparelho potente, para triturar alimentos mais sólidos como massas ou legumes crus; ou se costuma preparar sucos ou sopas para toda a família, o liquidificador é a opção mais adequada. Veja aqui quais são os melhores liquidificadores do mercado em 2022.

Quanto Custa um Mixer de Alimentos?

 

 

O preço de um mixer costuma variar: é possível encontrar modelos a partir de R$ 80,00 como os mais potentes e completos, que podem chegar a custar até R$ 1400,00. 

O que vai definir o preço do mixer é a sua potência e voltagem, assim como o material de que ele é feito. Outros fatores, como quantas velocidades ele possui, também influenciam no preço. Veja aqui quais são os benefícios do mixer.

Caso você queira ir mais a fundo sobre mixers, veja nosso artigo em que selecionamos os melhores mixers do mercado em 2022.

Liquidificador a Vácuo: Para que Serve? 

O liquidificador a vácuo consegue extrair todo o ar da jarra no preparo de sucos, batidas e outras receitas. Isso evita que os alimentos inseridos oxidem e que organismos que dependem do ar para sobreviver se proliferem. 

A tecnologia do liquidificador a vácuo aumenta em até 5 vezes a vida útil dos alimentos perecíveis, preservando até 3,2 vezes seus nutrientes e vitaminas. 

Qual a Rotação de um Liquidificador Doméstico?
 

Um liquidificador doméstico costuma ter entre 17000 e 25000 rotações por minuto (RPM) em sua velocidade máxima. 

No entanto, existem também liquidificadores mais potentes, acima de 2000 W, que alcançam velocidades acima de 25000 rpm. 

O mais importante na hora de adquirir seu liquidificador não são velocidades disponíveis, mas qual a velocidade máxima e qual a velocidade mínima. 

Sabendo disso, você pode ser mais criterioso na hora de escolher o seu liquidificador, acertando na escolha do modelo. 

Qual a Diferença Entre um Liquidificador de Alta e Baixa Rotação? 

O liquidificador de alta rotação possui hélices que giram mais rápido, no entanto, seu motor é menos potente. Esse tipo de liquidificador é ideal para preparar alimentos líquidos, como sucos, vitaminas ou milkshakes (assim como os mixers). Por sua vez, o liquidificador de baixa rotação possui hélices mais lentas, mas seu motor é bastante potente. 

Ele é o mais indicado no preparo de sorvetes, pastas, cremes e outros tipos de alimentos mais densos, como algumas massas. 

Além disso, o liquidificador industrial de baixa rotação pode ter capacidade para até 10 litros, ou basculante, ideal para quem precisa preparar uma grande quantidade de alimentos de uma só vez. 

Ele também possui uma base própria, chamada cavalete. Com ele, você pode girar o copo do liquidificador para frente, facilitando o despejo do conteúdo em uma vasilha. 

Outra diferença em relação aos liquidificadores é a capacidade: alguns modelos de liquidificadores de baixa rotação podem armazenar até 30 litros! 

Rolar para cima